gestao-do-sistema-da-qualidade.jpg

Como é sabido, as concessões vem sendo aperfeiçoadas e a cada nova etapa no processo de concessão ocorre alguma modificação relacionada com a Qualidade de Serviços (QoS) oferecida pelo concessionário ao público em geral assim como aos operadores.

Um dos alvos tem sido a leitura de tempos em filas em diferentes processos da jornada do passageiro no terminal aeroportuário e, neste sentido, a Stratus tem a oferecer soluções que permitem medir tempos em processos em que exista fila. Exemplos: Balcão de Check-in Kiosk de auto atendimento (checkin e bag drop), passagem do lado terra para o lado ar, filas de inspeção, controle de passaporte, embarque, restituição de bagagem e meio fio.

A Stratus vem trabalhando no aprimoramento da análise de vídeo destas áreas e hoje já podemos colocar estes dados em um dash board no qual a gestão do aeroporto pode monitorar em tempo real o que está acontecendo nestas áreas exemplificadas acima.

Para isso usamos câmeras de boa qualidade, somos agnósticos quanto ao modelo das mesmas. Estes dados devem ser capturados localmente em cada aeroporto mas nada impede que os mesmos sejam monitorados a partir de um ponto central, por exemplo, o aeroporto maior de um bloco concedido. Com isso pode se esperar reduções de custos significativas.